1fdfe2d553e04fc18698ac515385cb64.jpg
Artigos

A Marvelização da DC nos cinemas

Write on: Terça, 05 Julho 2016 10:39

Não é nenhum segredo que Batman V Superman não foi o sucesso esperado. Arrecadando pouco mais de  870 milhões de dólares, o filme não conseguiu alcançar o tão esperado 1 bilhão, além ter sido destruído por boa parte dos críticos. Então, é normal esperar algumas mudanças no futuro do DCEU, mas até onde essas mudanças podem ir?

Recentemente, diversos sites saíram do embargo no qual estavam desde a visita ao set de Liga da Justiça, e as informações que trouxeram mostram vagamente uma tentativa de aliviar o tom dos filmes.

Para começar, os uniformes. Enquanto nas concept-arts (e na própria aparição em Batman V Superman, no caso do Aquaman) nos foram mostrados uniformes bem brutos para os heróis, principalmente Aquaman e Ciborgue, informações do set descrevem uniformes mais "quadrinescos" e amigáveis.
Além disso, o próprio Ben Affleck confirmou que teremos uma diminuição no quesito violência, já que muitos (muitos mesmo) se irritaram com a "descaracterização do Batman", pelo fato dele matar. Isso, somado ao fato de ter o clássico piadista que é o Flash, nos dá uma pequena ideia de que o tom sombrio e realista não será predominante no filme da Liga.

Por último, teremos uma relação de mentor e aprendiz entre Batman e Flash. Isso não lembra algum filme recente, em que um bilionário ajuda um jovem inteligente e brincalhão a fazer seu uniforme e o introduz à um grupo de heróis?

Ainda é cedo demais para tomar essas informações como verdade absoluta, já que temos Esquadrão Suicida pela frente, outra tentativa de um filme mais sombrio, possivelmente a última da DC, se causar a mesma reação que A Origem da Justiça (exceto pelos filmes do Batman).

A verdadeira questão é, queremos mais  roupas coloridas e piadas nos filmes de super-heróis? É verdade, talvez a bilheteria de Batman V Superman já tenha respondido isso, mas ao mesmo tempo em que um padrão para esse gênero é uma garantia maior de sucesso, também irá torná-lo escasso e cansativo em questão de anos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Gabriel Linhares

"Leitor, escritor, amante de séries e filmes. Prefiro quadrinhos da Marvel. Meu lema é "O que Peter Parker faria?" E acima de tudo, sou horrível em me descrever. (Brincadeira!  Acima de tudo, um nerd)"