1fdfe2d553e04fc18698ac515385cb64.jpg
Super Listas

Os 14 Melhores Filmes de Suspense de Todos os Tempos

Write on: Sábado, 17 Outubro 2015 23:53

O suspense é um dos gêneros mais amados do cinema. Desde os saudosos noirs dos anos 50 aos thrillers psicológicos de hoje em dia, a regra do gênero é fazer o público perder o fôlego. E como eles sabem bem como fazer isso. 

Embora muitos confundam o gênero com terror, o suspense talvez seja seu primo distante na árvore de gêneros. O terror, basicamente, é o gênero que tende a aterrorizar e causar medo no espectador. Já o suspense, diferente do que muitos pensam, não vive apenas de sustos. É a mais pura e bela essência de remover você de sua zona de conforto, te causando sentimentos de incerteza e provocando uma ansiedade em descobrir e ser surpreendido. Por isso, não é preciso assustar demasiadamente o espectador atendo por detrás das telas, mas sim faze-lo fixar o olhar em cada movimento e ofegar a cada frame do filme.

E quem não gosta dessa sensação? De ser levado pelo roteiro, pego de surpresa e deixado de boca aberta ao fim do filme? Pensando nisso, caros leitores, que nós do Nerd Duty resolvemos listar os melhores filmes de suspense para deixar você literalmente vidrado e boquiaberto. Nessa lista você vai se deparar com o que há de melhor do gênero. Desde filmes com finais mindfucks brilhantes e grandes reviravoltas no enredo a narrativas eletrizantes. A lista não está exatamente em ordem de apreciação, visto que isso foi praticamente impossível. Talvez o Top 3 seja a única parte da lista em posição correta. Aproveite a lista e corre pra assistir as excelente indicações!


 

14 - O Lobo Atrás da Porta (Fernando Coimbra – 2014)

Selecionamos um entre os diversos bons filmes que já saíram daqui de casa e talvez nem conheçamos. Muito diferente do que se pensa, o Brasil é sim um país cinema de qualidade. E esse filme é um belo exemplo disso. Tem todo o aparato necessário para ser um excelente filme. Estrelado por Leandra Leal e Milhem Cortaz, com atuações brilhantes, o filme discorre sobre o sequestro de uma criança e duas versões deste fato. Quem realmente diz a verdade? Resta a nós sermos envolvidos pela história genial e descobrirmos quem é o tal do lobo...


 

13 – El Cuerpo (Oriol Paulo - 2012)

Jaime Penã (José Coronado) é um detetive que investiga um caso bizarro: um corpo sumiu do necrotério. Uma poderosa mulher é a morta desaparecida. Muitas questões surgem e o veterano detetive tenta a todo o custo resolver esse caso, que esconde muitos mistérios. Não tem como não ficar vidrado em cada minuto do filme, que tem um excelente roteiro, muito bem amarrado e intrigante. O final então, é extremamente inacreditável. O filme espanhol tem de tudo para figurar nos seus filmes de investigação favoritos.


 

12 – Ilha do Medo (Martin Scorsese – 2010)

Um roteiro e uma direção de qualidade regem o incrível thriller. Cheio de enigmas, anagramas, traumas e cenas impactantes, o filme provavelmente vai deixar você perplexo. O longa, com um elenco deveras brilhante, composto por Leonardo DiCaprio, Mark Ruffalo e Ben Kingsley, investiga o desaparecimento de um paciente em uma ilha-hospício em Boston. Lá, os detetives descobrem que existem métodos não ortodoxos de tratar os pacientes, chegando a coisas proibidas pela lei. Os detetives tentam buscar o máximo de informações possíveis, porém existe resistência dos médicos quanto à cooperação com eles. A situação só piora quando, em decorrência de uma alteração climática, alguns presos conseguem escapar. Prepare-se para ficar de boca aberta.


 

11 – Cisne Negro (Darren Aronofsky – 2010)

Em uma das maiores atuações femininas já vistas do cinema, Natalie Portman é a bailarina perfeccionista Nina, que acaba de conseguir o papel principal em uma adaptação de ‘O Lago dos Cisnes’. Porém, a protagonista enfrenta diversos problemas, como sua mãe (a incrível Barbara Hershey), que projeta na filha tudo o que um dia (não) foi. Além de uma nova concorrente na companhia, vivida por Mila Kunis, que tira seu sono. E o exigentíssimo diretor artístico (Vincent Casse). Um excelente thriller psicológico, com um elenco incrível e uma direção melhor ainda. É a nata da loucura e psicose de um ser humano.


 

10 – O Grande Truque (Christopher Nolan – 2006)

Considerado a obra-prima de Nolan, um diretor de muito sucesso na atualidade, o filme nos apresenta a dois mágicos (Hugh Jackman e Christian Bale) que se conhecem desde que eram mágicos iniciantes. Eles vivem competindo entre si, e a amizade acaba por se tornar uma enorme rivalidade. Quando Alfred (Bale) apresenta uma mágica revolucionária, Robert (Jackman) fica obcecado em descobrir o segredo por trás do truque e não mede esforços para desvendar esse mistério. Durante o filme, fragmentos da resposta passam por nós e aos poucos vamos desvendando o grande truque de Alfred. Porém, mesmo assim, o final consegue nos surpreender magicamente (péssimo trocadilho). Excelentes atuações e um roteiro simplesmente brilhante.


 

9 – Louca Obsessão (Rob Reiner – 1990)

Baseado em ‘Misery’, do mestre do terror literário Stephen King, o filme é simplesmente angustiante. Na trama, um escritor best-seller sofre um acidente de carro e é socorrido por uma enfermeira que coincidentemente é sua maior fã. Ela é Annie, interpretada pela genial Kathy Bates, no papel de sua vida. Ele é levado para a casa isolada dela e acaba recebendo ótimos cuidados da mulher. O escritor, Paul, está em processo de escrita do próximo livro, e para a alegria de Annie, ela tem acesso a mais esse capítulo da história. Porém, nesse momento, ela descobre que sua personagem favorita será morta. Essa revelação perturba a mulher e traz à tona uma personalidade da enfermeira que Paul pode começar a temer. É o poder maligno do spoiler. Só reiterando, Kathy Bates é SENSACIONAL nesse filme!


 

8 – O Iluminado (Stanley Kubrick – 1980)

Kubrick é um doas mais ovacionados diretores da história. E podemos dizer que esse filme é seu carro-chefe. Também uma adaptação de um livro de Stephen King, o filme relata a história de Jack Torrance (Jack Nicholson) que é contratado para ser vigia em um hotel no Colorado durante o inverno, e vai para lá com a mulher e o filho. Porém, o isolamento começa a afetar Jack, que se torna cada vez mais agressivo e perigoso. O filme tem uma das cenas mais icônicas do cinema, onde Jack está atrás de sua esposa com um machado. Stephen King, o escritor, já declarou diversas vezes que odeia a adaptação. Porém, o público considera o filme como um dos mais expressivos do gênero. Jack Nicholson dá uma aula de atuação.


 

7 – Sinais (M. Night Shyamalan – 2002)

Shyamalan é um diretor de muitas facetas. Hora faz filmes incríveis, como o indicado aqui, hora faz filmes terríveis como ‘Depois da Terra’. Mas não se enganem, Sinais é um excelente suspense. Com Mel Gibson, Joaquin Phoenix e Abigail Breslin, o filme aborda a família Hess, que fica abismada com círculos enormes que surgem em sua plantação de milho. Formas essas que surgem e não deixam o menor vestígio de que as fez ou por quê foram feitas. O personagem de Mel Gibson, Graham Hess, era um ótimo pastor na região, mas nega ser chamado assim pois questiona sua fé desde que sua mulher morreu em um acidente de carro. Esse é o tipo de filme perfeito para assistir com a galera, pois garante ótimos sustos e uma trama muito bem amarrada e interessante.


 

6 – Os Suspeitos (Bryan Singer - 1995)

Provavelmente você vai ficar de queixo caído quando o filme acabar. Cinco suspeitos são detidos por uma explosão num cais que deixou apenas duas testemunhas. Com base nelas, sabemos que existe um homem, uma cabeça por trás de tudo. Quem é ele? Essa é a dúvida que vai te assolar durante o longa. O diretor, Bryan Singer, que é famoso por filmes como X-Men, revela uma direção dinâmica, que não vai deixar você se cansar em nenhum momento. Kevin Spacey, simplesmente genial nesse filme, que lhe rendeu um Oscar, apresenta uma linha do tempo inicial com várias revelações. A outra linha do tempo apresentada é a dos cinco suspeitos reunidos para desvendar esse mistério. Um filme maravilhoso, que vale muito a pena assistir e se surpreender.


 

5 – Chinatown (Roman Polanski – 1974)

Jack Nicholson de novo? Sim! E agora nesse filme genial do diretor Roman Polanski, no maior filme noir do cinema moderno. O filme indicado a 11 Óscares, conta com Faye Dunaway no elenco. O detetive Gittes, personagem de Jack, é contratado por uma bela socialite para investigar seu marido, que ela suspeita estar tendo um caso extraconjugal. Porém, depois de fotografar o suspeito com uma jovem e o caso ir a público, ele descobre que, na verdade, a mulher que o contratou é uma impostora. A verdadeira esposa traída é interpretada por Faye, e Gittes percebe que foi enganado. Logo depois, o alvo do detetive é encontrado morto. Assim, ele se vê envolvido em uma intriga que envolvem muitas coisas. 


 

4 – Um Corpo que Cai (Alfred Hitchcock – 1954)

Por vezes considerado como o melhor filme de todos os tempos, esse é um dos melhores trabalhos do homem que praticamente criou o gênero que estamos abordando hoje. O mestre do suspense, Alfred Hitchcock, apresenta aqui um filme cheio de reviravoltas e surpresas. Scottie é um ex-detetive da polícia que foi afastado graças a um acidente gerado por seu medo de altura. Ele é interpretado pelo ótimo James Stewart, que figura em vários filmes de Hitchcock. Esse detetive é contratado por um homem que quer descobrir o que anda acontecendo com sua esposa, Madeleine, que apresenta tendências suicidas e esquecimentos súbitos. Porém, o que parece uma investigação simples, se torna um caso complexo e muito diferente do que parecia à primeira vista. Medeleine é interpretada por Kim Novak, num papel brilhante.


 

3 – O Silêncio dos Inocentes (Jonathan Demme – 1991)

Uma das figuras mais icônicas do cinema é o doutro Hannibal Lecter, interpretado simplesmente por Anthony Hopkins. Nesse longa, a agente do FBI Clarice (Judie Foster) é designada para cuidar de um caso em que o assassino arranca a pele de suas vítimas. Para entender como ele pensa, ela encontra um “consultor”, o perigoso psicopata canibal Dr. Hannibal Lecter. Ele era um psiquiatra forense, e vai ajudar a recém-formada agente a solucionar o caso. Prepare-se para suar frio enquanto assiste o filme. Ele não é o número três da nossa lista por acaso. Ele é marcante, frio e extremamente bem executado. Só para garantir que é bom mesmo, o filme conseguiu um feito que é raríssimo nas premiações do Oscar: ganhou as 5 principais categorias da premiação (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Atriz e Melhor Ator). 


 

2 – Se7en – Os Sete Crimes Capitais (David Fincher – 1995)

Eleito sem muito esforço como um dos finais mais incríveis do cinema. Um filme para ficar de boca aberta um bom tempo assim que os créditos subirem, tamanha a genialidade do roteiro. Estrelado por Brad Pitt e Morgan Freeman, Se7en é um daqueles filmes que não tem o que botar defeito. Atuações excelentes (como eu queria poder falar abertamente sobre atuações sem dar um spoiler!), roteiro extremamente inteligente e direção impecável. David Fincher, o diretor, é considerado por muitos como o maior diretor de suspenses da atualidade. Basta pesquisarmos um pouco sua filmografia para vermos do que estamos falando. Em Se7en, dois policiais são comissionados a encontrar um assassino meticuloso que baseia seus crimes nos sete pecados capitais. Qualquer coisa que falarmos mais do que isso, pode resultar em spoiler. Por isso, corre para assistir!


 

1 – Psicose (Alfred Hitchcock – 1960)

A cena mais famosa do cinema. Sabe, aquela da mulher sendo esfaqueada no banheiro por uma figura misteriosa, com um som estridente enquanto o assassino desfere os golpes certeiros e enche o chão do banheiro de sangue? Sim, é de Psicose! O maior filme de suspense de todos os tempos é apenas do maior diretor de suspense de todos os tempos: Alfred Hitchcock. Embora já tenhamos falado dele no número 4 (não é para menos que ele apareça duas vezes na lista), esse filme é considerado por muitos como sua obra-prima. É a Monalisa do cinema. No filme, uma mulher rouba seu patrão e foge para acertar a vida com o dinheiro. Durante a viagem, ela decide pernoitar no hotel que encontrou à beira da estrada, o ‘Bates Motel’. É lá que tudo acontece. O filme nos causa uma sensação de desespero em várias cenas, e isso é uma característica marcante no estilo do mestre. As atuações do filme são incríveis e o final, embora provavelmente já conhecido pela maioria, é incrivelmente inteligente e psicótico. 


 

Gostou da nossa lista? Esquecemos de algo? O que faltou? Comenta aí!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

 

Last modified on Domingo, 18 Outubro 2015 00:16
Darth Redactor

"Nerd por radiação e Cinéfilo assumido, sou fã de carteirinha de Hitchcock, Fincher, W. Allen e Haneke (tantos outros...).
Sou fascinado por atuações arrepiantes (mas quem não é?!), por trilhas sonoras esmagadoras e por premiações (#1 Oscar).
Provavelmente meu filme favorito seja Toy Story (1, 2 e 3), mas isso eu não assumo pra qualquer um!
Amo Star Wars, a Terra-Média e até mesmo Nárnia (muito mais nas páginas do livro).
"E fique com o troco, seu animal."

Website: www.facebook.com/leo.guineli